a Bombinhas em Foco ( 18/12/2017 ) a

Arrecadação é insuficiente

A grande quantidade de imóveis usados apenas no verão – mas que pagam taxas pelo ano todo – e a arrecadação vinda do comércio provisório poderiam fazer de Bombinhas uma cidade com uma receita maior do que os gastos. Mas não é isto o que ocorre.

A arrecadação de IPTU, por exemplo, não deve ultrapassar R$ 8 milhões neste ano – quase oito vezes menor que a da vizinha Balneário Camboriú, onde os cofres públicos terão R$ 62,2 milhões em IPTU em 2012.

– O problema de Bombinhas é uma legislação tributária defasada, que impacta no orçamento – diz o secretário Municipal da Fazenda, Adair Tieppo.

Segundo ele, além do IPTU, outras taxas e impostos também estão defasados. A arrecadação total do município, cerca de R$ 41 milhões, é insuficiente para todos os investimentos.

Comércio atraiu moradores para BC

Forte no turismo, Balneário Camboriú conseguiu fazer do IPTU a principal fonte de receita. A infraestrutura atraiu moradores e tornou a cidade autossuficiente.

– Os moradores foram atraídos pela qualidade de vida e pelo comércio forte e ativo durante o ano todo – diz o secretário da Fazenda de Balneário, Fábio Flor.



Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA (Blumenau – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site