a Bombinhas em Foco ( 17/12/2017 ) a

Solução nas mãos

Todos os anos passamos pelo mesmo drama da falta de abastecimento satisfatório de água nas cidades do Litoral, causado pelo aumento da demanda, obviamente justificada pela chegada dos veranistas – os que têm imóveis na praia – e os turistas que se acomodam nas mais variadas formas de hospedagem. E este problema parece mesmo crônico, porque embora as estatísticas mostrem um quadro próximo do real, como base para uma projeção do que será necessário, sabemos que os investimentos no setor não se submetem à mesma dinâmica.

Evidente que não há disponibilidade de recursos para acompanhar o necessário investimento na mesma proporção em que crescem as populações litorâneas ou o contingente de veranistas e turistas. Isto é bom, necessário e movimenta grande parte da economia. Portanto, gera empregos, renda e muitos tributos.

O título deste texto chama a atenção para as alternativas existentes e que permitem que boa parte da população nas praias passe tranquilamente a temporada de verão. Basta fazer aquilo a que não estamos acostumados: planejar. É sabido que, no verão, uma pessoa consome em média 250 litros de água por dia. Este número é a base adotada por hotéis e pousadas de melhor estrutura. E em escala um pouco menor, serve também a outros meios de hospedagem e mesmo condomínios, para projetar uma reservação mínima de água para um determinado período de tempo, capaz de atender à demanda. Mesmo em residências é possível planejar um abastecimento duradouro.

Então, parte do problema da falta de água nos momentos de pico tem sua solução nas nossas mãos: construindo reservatórios mais amplos, projetados para atender à população máxima que poderá habitar aquele ambiente. Cisternas que armazenem cotas extras para suportar alguns dias. E ainda tem o aproveitamento da água da chuva, em reservatórios específicos, para fins menos nobres. Com algumas destas medidas, se tem um ganho considerável para enfrentar o problema.

MARIO PERA|Presidente da Assoc. Empresarial de Bombinhas


Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA (Blumenau – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site