a Bombinhas em Foco ( 18/12/2017 ) a

Moradores de prédio de luxo evitam o censo

O caso de agressão a um recenseador no Bairro Monte Alegre, em que uma senhora se negou a fornecer os dados da família e jogou um vaso de flores no funcionário do IBGE, reflete a dificuldade para realizar o Censo 2010. O maior problema é nos edifícios de luxo de Balneário Camboriú. Segundo Luana Vieira dos Santos, coordenadora dos trabalhos nos 11 municípios da Associação da Foz do Rio Itajaí (Amfri), os moradores destes condomínios se recusam a responder ao questionário. A atitude pode gerar multa ao cidadão.

– A população deve ficar atenta porque a prestação de informações aos recenseadores é obrigatória por lei. O nosso maior problema na região da Amfri hoje é Balneário Camboriú – afirma Luana.

A coordenadora do IBGE na região garante que nos outros municípios, de uma forma geral, a recepção aos recenseadores é melhor. No caso do Bairro Monte Alegre, o recenseador registrou um boletim de ocorrência contra a agressora, semana passada. Esta semana, quando o profissional voltou à casa para fazer a pesquisa, a mulher justificou que ficou com medo de que fosse um ladrão e reagiu.
A realização do Censo na região da Amfri foi dividida por cidades. Em Itajaí, 28% da população já foi visitada. Em Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Porto Belo e Bombinhas, 33% dos moradores receberam os recenseadores até agora. Nas demais cidades, 27% da meta foi cumprida. A intenção era atingir 21% até o final de agosto.
Ao todo, 600 recenseadores trabalham nos municípios da Amfri. O recolhimento de informações do Censo 2010 termina no dia 31 de outubro.



Fonte: JORNAL DE SANTA CATARINA (Blumenau – SC)

 

 

 

 

 

 

banner

Copyright © 2007 Todos os Direitos Reservados - Fazendo Site